sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Lembranças do Colegial - Minha turma

Esta é turma com quem me formei no 3º colegial:
- Adirlene Ferreira
- Alexandre Dias Maciel
- Amarildo Dioclides Alcântara
- Ana Maria Lião da Silva
- Audeirton Sousa Silveira
- Cátia Regina Santos Maciel
- Cláudio Matias dos Santos
- Edilton Mário dos Santos
- Edival Araujo
- Edson Ignácio da Silva
- Elisabete de Oliveira
- Gardênia da Silva
- Gilson Brito do Nascimento
- Gilson Luis de Oliveira
- Hélio Batista da Silva
- Heloiza da Silva Santana (eu)
- Ivaneide Dias de Oliveira
- Izaias Fernando de Sousa
- Jeane Aparecida dos Santos
- José Evanilton Viana
- José Luiz Xavier
- José Santiago da Silva
- Marcelo Aparecido da Silva
- Márcio Ribeiro Cordeiro
- Maria Aristéia dos Santos
- Maria de Lourdes Rodrigues
- Mariza Meneguini da Silva
- Natalício de Araujo Costa
- Niralda Alves de Araujo
-Paulo Soares de Carvalho Junior
- Renério Jose Ramos Filho
- Rita de Cássia Fernandes da Silva
- Rosana Fernandes Maciel
- Sérgio Franklin de Sena
- Sidney Carvalho dos Santos
- Silvania Marques da Silva
- Silvio Donizete de Oliveira
- Telma Ap. Medeiros
- Valter Luiz Ribeiro Cordeiro
- Vilma Maria de Alencar

Turminha grannnnnnnnnnnnde. S A U D A D E S...

Lembranças do Colegial - Professores

Me formei no 3º colegial, com a turma de 1991.
Nossa colação de grau e baile, aconteceram dia 28 de dezembro.
A colação foi na própria escola: EEPSG IIJIMA e o baile na Academia Helth's Club em Suzano.

PATRONO: Prof. José Carlos Pereira
PARANINFOS: 8ªas - Profª Marlene de Carvalho S. Triboni e dos 3ºs Profª Maria Inez Magalhães
ORADORES DA TURMA: 8ªs - Kelly Cristiane Fernandes Fonte e dos 3ºs Ivaneide Dias de Oliveira, a quem carinhosamente chamávamos de TITIA.
HOMENAGENS ESPECIAIS: 8ª A - Profª Maria Lúcia Gonçalves de Melo; 8ª B - Profª Marizilda Figueira da Silva e 3ºs - Prof. Tarcisio José de Souza
CONVIDADOS ESPECIAIS: Sr. João Antunes e Srª Santa Ferreira Coelho

CORPO ADMINISTRATIVO:
- Diretor de escola: Prof. José Miguel de Mattos
- Assistente de diretor de escola: Profª Julia Poletti Pinto
- Secretária de escola: Amélia Valieri Vules
- Escriturárias: Olga Ana Sabrinskas, Cláudia Regina Vicente, Márcia Madalena Dias, Telma Ap. Medeiros
- Inspetores de alunos: Maria Ap. das Graças, nossa saudosa Dona Maria e Miguel Parra
- Auxiliares de serviços: Hermelinda Mª de Carvalho, João Antunes, Maria do Carmo Ferreira, Maria de Lourdes Silva
- Merendeiras: Maria de Fátima Marques e Josefa Barbosa
- Zelador: Francisco X. Vasconcelos

CORPO DOCENTE:
- Adalberto Santos Maciel                        
- Alice Regina Leite                                  
- Amélia Margarida Coelho                      
- Anna Ap. Ferreira
- Célia La Blanca
- Célia Reginada Silva
- Cleide Viana Roldan
- Edna da Silva
- Evany Bronetta
- Giane Silva Lima
- Ligia de Araujo Lefler
- Lucia Yokomizo
- Luis César da Cruz, o Luizão
- Márcia Ap. Yaguiu
- Márcia Ernandes
- Maria da Conceição Mello
- Maria Dinorah Gerlac
- Maria Inez Magalhães
- Maria Julia Sales Viana
- Maria Lucia Gonçalves Melo
- Marizilda Figueira da Silva
- Marlene de Carvalho Sponda
- Nair Fumie Kawakatsu
- Norma Andere
- Palmira Soto Shirakawa
- Patricia Bozzo Gregorutti
- Rosaly Gomes de Santana
- Rosana da Cruz Batista
- Rosana Regina Salvador
- Rosana Silvestre Pires
- Rosana Zaharansky Monteiro
- Rosângela Vilela dos Santos
- Salete Maccari
- Sandra de Oliveira Lopes
-Silvia da Silva
- Sonia Ap da Silva
- Sonia Mª Ferreira
- Sonia Maria Megdessian
- Sueli de Ávila
- Tarcisio Jose de Souza
- Thais Andrea Rosa Leite
- Valteli de Mattos
- Zafira Rocha

domingo, 19 de agosto de 2012

Vinheta de Campanha "É Professora... "

"SOU A PROFESSORA HELOIZA E PEÇO SEU VOTO. MEU NÚMERO É 54.789"

É PROFESSORA, É PROFESSORA HELOIZA 54.789
É PROFESSORA, É PROFESSORA HELOIZA 54.789

A FORÇA DA MULHER E DO POVO NINGUEM PODE: 54.789
A FORÇA DA MULHER E DO POVO NINGUEM PODE: 54.789

E PARA PREFEITO DIGITE O 23, VAMOS ELEGER O ZÉ BIRUTA OUTRA VEZ
E O ZÉ BIRUTA QUE VEM JUNTO COM O LOUREIRO, VAMOS COMPANHEIRO, DIGITE O 23

video

terça-feira, 31 de julho de 2012

Minha escola, minha vida


Parece que foi ontem... 
31 de julho de 1992, eu estava assinando meu ingresso no Serviço  Público Estadual.
Eu e você, Pedro Geraldo, temos uma linda história de amor.
Te vi nascer e, quando isto aconteceu, entrou em mim uma vontade imensa de crescer com você.
E, assim aconteceu.
Comecei Oficial de Escola, fui designada Secretária de Escola, estudei, me esforcei, me formei Professora, já fui Coordenadora e até Vice.
Não poderia deixar de externar meu amor por você, escola querida, que tanto amo...
Quantas emoções já não passamos juntos: alegrias, tristezas, conflitos, mas muito, muito carinho mesmo, que por vezes apagam as decepções sofridas.
Agradeço ao meu querido e bom Deus pela trajetória percorrida até aqui, aos companheiros de jornada e aos alunos que são a razão plena de minha existência. 
Hoje mais feliz do que nunca, por saber que o círculo se perpetua e eu ainda faço parte da história de vocês.
Vocês cresceram, tiveram filhos e seus filhos: meus alunos, provam o porquê da minha vida ser completa.
À você, minha escola, dedico minha vida. 
Com amor,  Professora Heloiza
31.07.2012

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Projeto Adote uma Criança

O PROJETO ADOTE UMA CRIANÇA existe há mais de 6 anos, onde voluntários e voluntárias ao "adotar" oferecem às crianças uma peça de roupa, calçado, produtos de higiene pessoal e um brinquedo, onde são distribuídos em uma grande festa, semana antes do Natal, para crianças no Município de Ferraz de Vasconcelos, cujos pais, não têm condições financeiras para as compras de final de ano, além de proporcionar a estas famílias uma ceia e um dia de distração e recreação.


Ano passado atingimos 60 crianças e este ano queremos dobrar esta marca, com a ajuda de vocês que sentem este amor no coração e pode doar um pouco mais do que compaixão.

Bienal 2012

Incentivo à descoberta de talentos: da criança ao adulto, o incentivo muda a vida das pessoas. 
Ferraz precisa voltar a investir nos TALENTOS DA CIDADE.


‎22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
De 9 a 19 de Agosto de 2012
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 - Santana - CEP 02012-021 São Paulo - SP

DIA 16/08 - AV 1 com Rua M
TARDE DE AUTÓGRAFOS COM NOSSA QUERIDA AMIGA E ESCRITORA CLAUDIA RODRIGUES ÀS 10:00 hs

DIA 18/08 - RUA 78
TARDE DE AUTÓGRAFOS COM NOSSA AMIGA, VICE DIRETORA E ESCRITORA IRACI PERETTA ÀS 14:00 hs

Horário de Visitação Geral:
de 09 a 18 de agosto, das 10h às 22h
dia 19 de agosto, das 10h ás 20h, com entrada até às 18h

terça-feira, 17 de julho de 2012

Guerra de sexo? Só para quem não conhece a força de uma mulher que vive e faz a diferença.

Nos grupos a que pertenço: UBM "União Brasileira de Mulheres"; FMP "Federação das Mulheres Paulista" e CMB "Confederação de Mulheres do Brasil" defendemos a luta pelos direitos e emancipação da mulher e pela igualdade nas relações sociais de gênero. Isto quer dizer que, enquanto mulheres, buscamos executar um trabalho em parceria com os homens. 


Não queremos encabeçar uma guerra de sexos, e, sim lado a lado, executarmos um trabalho de responsabilidade e respeito mútuo em prol de toda a família, sem discriminação social, racial, religiosa, de orientação sexual ou de qualquer natureza. A mulher tem esta sensibilidade de unir, estreitar e fortalecer laços. 


Por isto, desde já agradeço aos muitos homens e companheiros que tem apoiado e incentivado nossa luta, neste momento em especial ao querido Zé Biruta e Loureiro pela cumplicidade nesta causa. 

Milhares de mulheres guerreiras

Nestas épocas de campanha, principalmente analisando a postura de certas candidatas, estas se colocam como super heroínas e as únicas capazes de salvar o mundo. 


Coloquei meu nome à disposição neste pleito, unindo-me às milhares de mulheres que, assim como eu: são guerreiras, lutadoras, mães, amigas, profissionais e muitos outros eticeteras... querem ver as coisas mudarem ao ponto de sermos respeitadas como cidadãs ativas, tão competentes quanto os homens e acima de tudo, lutamos para conquistar os espaços de poder, para estarmos lado a lado de nossos companheiros e, assim com seriedade e provando nossa força ajudar a mudar a história de nosso bairro e de nossa cidade.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Esta poesia é dedicada à vencedores

Penso que ter um ideal, é bem mais do que apenas desejar alguma coisa.

Penso que para ter um ideal, é preciso sacrifícios, é preciso muitas vezes passar fome, passar sede para atingir o que tanto almejo.

Penso que para alcançar um ideal, tenho que dar o primeiro passo, mesmo que diante de mim, encontre-se pedras, espinhos e pedregulhos e vejo que meus pés estão descalços.

Quem tem um ideal, não pode ficar parado, não pode deixar-se prender por nada...

Quem tem um Ideal, tem visão de águia, vê além, vê acima das nuvens mais negras e sombrias e, quando avista o alvo, numa descida certeira, agarra sua presa e sai vitorioso.

Quem tem um ideal, compartilha este ideal, compartilha a trajetória, compartilha o sofrimento, compartilha as vitorias.

Quem tem um ideal, às vezes é solitário, tem que tomar decisões urgentes, tem que andar pra frente, não se importando a que horas, com quem e aonde...

Quem tem um ideal, sofre calado a dor de amor rompido, a dor de um desenlace, a incompreensão da humanidade, e às vezes, até mesmo da família, que ao invés da ajudar, coloca rédeas e condições, que limitam um vencedor.

Vencedor não vê horizontes, não vê barreiras, não vê dificuldades, não vê nada que possa o impedir de alcançar seu objetivo.

Vencedor não para, vai até o fim e, quando tentam pará-lo, ele recua um passo, toma outro caminho, faz uma pausa, retoma o fôlego e, se mesmo assim, ainda tiver alguém a sua frente para impedi-lo... Como um trator, ele passa por cima.

Vencedor não sonha... Pois se assim fosse, facilmente ele desistiria de lutar...

Vencedor tem objetivos e por eles, não mede conseqüências e avança.

Por estes objetivos, vencedor tem prioridades que procura fielmente cumpri-las, deixando assim suas marcar nos anais da historia.

Vencedor não tem duplo ânimo, pois quando começa a desanimar, ainda que olhe para o chão, ele vê todo o mapa de sua trajetória e percebe que a mina do tesouro está muito mais perto do que voltar para trás.

Vencedor não tem personalidade dobre, é sincero, planeja e projeta com precisão seus passos, atitudes e até mesmo o que vai falar, para que não sua palavra não caia por terra e o desminta.

Vencedor não se esconde atrás de pretexto, não dá desculpas, nem inventa histórias...

Vencedor assume compromissos e por conta deles, ainda que impossibilitado... cumpre.

Vencedor não quer ser nem o ultimo, muito menos o segundo...

Dá o melhor de si, esforça-se, luta com garra, tem paciência, é persistente... ás vezes fala NÃO; porque tem em mente que vencer não é fácil, não é para qualquer um: só os melhores vencem.

Os melhores são reconhecidos, os melhores alcançam seus idéias...

Depois, da vitoria alcançada, ai sim, o vencedor vem fazendo o caminho inverso para retribuir um a um, dos que lhe estenderam a mão, dos que lhe deram um copo de água fria, dos que secaram seu suor, ou lhe deram uma migalha de pão...

Vencedor é assim, compactua com aqueles que ao longo do caminho lhe empurrara, lhe incentivara, lhe apontara o alvo, quando suas vistas já estavam turvas...

Nem sempre que o ajuda é uma pessoa dócil, generosa ou de boas palavras...

Vencedor sabe que encontrará pessoas brutas, pesadas de palavras, mas que se fosse de outra forma, o vencedor nunca seria vencedor, porque tem hora em que é preciso ouvir verdades, ouvir palavras que machucam aos ouvidos e dão força à alma...

Vencedor é assim: não escolhe o melhor caminho, a melhor companhia, os melhores amigos, nem as melhores condições climáticas...

Vencedor sabe que tem que lidar com os desafios, com a diversidade e com a fúria dos fenômenos naturais...

Às vezes, vencedor se vê tão só, que até a família parece que o atrapalha. E atrapalha mesmo...

Atrapalha quando cobra o horário, quando cobra a presença, quando cobra ate o dinheiro da comida e do aluguel; vencedor sabe de seus compromissos, não esta fugindo deles, mas vencedor tem um ideal.

Ideal de crescer, ideal de vencer, ideal de não ser apenas mais um em meio de uma multidão...

Ideal de sair do anonimato, ideal de ser reconhecido, ideal de dar sim a sua família, melhores condições de vida, de ter um salário digno, de poder ir ao mercado, à farmácia e à feira, de ter um dia de lazer e descanso, de ter uma educação de qualidade, de ter saúde de verdade e não ficar refém da vida... da vida que querem que ele tenha.

Vencedor quer viver a vida que escolheu para viver...

Vencedor quer ter vida própria, escolher o que vai comer, beber ou vestir... Vencedor quer desbravar horizontes, porque sabe o potencial que tem e sabe o quanto pode fazer por alguém.

Vencedor é assim: como eu e como você... Vence desafios e conquista o impossível!

Mas nem todos nascem para ser vencedor... Vencedor é diferente...

Pois quando a torcida o manda parar, ele sempre vai pra frente, pra frente, pra frente...

Vencedor é surdo: não ouve palavras de desanimo e derrota...

Não ouve quando dizem que ele não vai conseguir, não ouvem quando o insultam, o ofendem, o magoam...

Palavras parecem não ter sentido aos ouvidos do vencedor....

Parece que ele está ouvindo:

“Vá em frente!”

“Siga seu caminho!”

“Não desanimes!”

“Vá, que fico aqui até que voltes!”

Todas as palavras convergem para seu sucesso.

Vencedor nem parece que é gente! Não tem arrogância, não é ciumento, é paciente, mas não é massa de manobra... E, como diz as Escrituras... vencedor deve ser “simples como a pomba e astuto como a cobra”...

Vencedor nem parece ser gente... deve ser dócil como a ovelha, com a garra e atitude de um leão...

Vencedor é assim... Como eu e como você...

Você é um VENCEDOR???

TEM CERTEZA???

ENTÃO, AJA COMO UM VENCEDOR!

O IDEAL, NEM SEMPRE PODE VIR A SE TORNAR UM OBJETIVO.


18/12/2011